A História de Rudolph Fentz e viagens no tempo

Lembro quando estava pesquisando sobre viagens no tempo, entre todas que li essa foi a que mais me chamou a atenção, havia riqueza nos detalhes uma história intrigante, eu quase podia visualizar todos os acontecimentos, enfim aqui vai a história:

Em junho de 1950 um estranho homem, vestido em roupas muito antiquadas de décadas atrás, foi visto por populares em Times Square, na cidade de Nova Iorque. Parecia perdido e muito assustado com a movimentação intensa dos automóveis e os intensos brilhos dos faróis que o deixavam em pânico. 


Atordoado, subitamente foi atropelado e veio a falecer quando inadvertidamente foi colhido por um desses veículos. Na ocasião em que a Polícia examinou seu corpo, encontrou junto a ele uma moeda do Século XIX fora de circulação, uma carta com carimbo postal de junho de 1876 e também velhas cédulas de dinheiro datadas do mesmo ano. 

Também acharam com ele documentos antigos e cartões de visita em nome de Rudolph Fentz, porém nenhum moderno registro foi encontrado com esse nome, nem mesmo através das suas impressões digitais foram encontrados quaisquer registros oficiais - e após serem efetuadas pesquisas as autoridades chegaram à viúva de um tal Rudolph Fentz Júnior, a qual declarou que o pai do seu marido, o tal Rudolph Fentz, desaparecera sem deixar qualquer traço exatamente no ano de 1876! 

E vasculhando ainda mais profundamente o caso, comprovou-se que o endereço encontrado em um cartão profissional junto ao corpo fora O MESMO onde vivera o desaparecido Rudolph Fentz em 1876! Atônitos, os policias constataram que de alguma forma esse cidadão simplesmente desapareceu em 1876 tendo viajado por 74 anos através do tempo - precisamente na direção do futuro.

Incrível não? Pois bem, não se animem tanto, pois a história acima não passa de uma fraude, um conto uma vez produzido, reproduzido como verídico e espalhado como vírus pela internet, a real origem disso data de 15 de setembro de 1951, o autor é um escritor de ficção científica, chamado “Jack Finney”.

Apesar de falsa, não há como negar a beleza dessa história, e de como funcionava a cabeça do escritor, uma história tão convincente que conseguiu enganar diversos ocultistas e pessoas comuns (inclusive esse que vos escreve) por tanto tempo, merece o devido respeito, será que Finney se baseou em alguma história real que leu/ouviu?

Sinistro, não?
Share on Google Plus

About ♣ Rafilsky ♣

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

4 Comentários:

  1. um texto excelente, realmente pesei que fosse verdade

    ResponderExcluir
  2. sabia des do incio que era falsa a historia mas foi bem bolada

    ResponderExcluir