Mulher afirma ter dado a luz ao filho do capeta


Ana Feria Santos, 28, afirma que seu filho de 2 meses é o filho de Satanás, depois que o bebê queimou um colchão e roupas que desapareceram em seu berço. A mãe também afirma que seu filho é capaz de produzir chamas para queimar roupas e móveis e que ele pode se transformar em um menino mais velho e assustador com "olhos de intimidação".

Ana também relata que, às vezes, ouve o bebê cacarejar só para que ela pare perto dele, quando se aproxima.

A jovem tem medo de viver na pequena comunidade de Nueva Estrella, na costa da Colômbia, onde muitas pessoas ainda acreditam em feitiçaria. Mãe de cinco filhos, Ana continua cuidando de seu filho, que ela chama apenas de "el niño" - o menino. "Ele é satânico. Eu nunca vi isso na minha vida", relata a jovem.


A colombiana disse que seu filho regularmente desaparece do barraco de madeira da família e que reaparece em lugares estranhos - incluindo uma tigela, a geladeira, a máquina de lavar e até mesmo uma bolsa pendurada na parede.

"A bolsa se rompeu e ele caiu no chão junto de 20 bananas. Depois, ele ficou me intimidando com os olhos", afirmou.

A história de Ana é semelhante ao filme clássico de terror, de 1976, "The Omen", onde um filho chamado Damien está possuído pelo demônio.

Os moradores da comunidade pobre já jogaram pedras na casa de Ana e, até mesmo, exigiram que um exorcismo fosse feito. Mas, outros afirmam que ela inventou o conto bizarro. Aana foi acusada de abuso infantil, embora os médicos descartem as alegações. "Eu pedi ajuda e as pessoas riram. Pedi ao meu Deus para me ajudar", contou Ana ao Sun.


Share on Google Plus

About Nando Gerhardt

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

3 Comentários:

  1. Tenso, mas infelizmente não sei o que pensar sobre o caso kkkkkkk.

    ResponderExcluir
  2. nhown tão lindinho o bb =(

    ResponderExcluir
  3. que horrível, a própria mãe falar essas coisas e nem colocar nome no próprio filho, essa sim merecia ser esquartejada e queimada.

    ResponderExcluir