Serial Killer: Robert Berdella



Robert Berdella (31 de Janeiro de 1949 - 8 de outubro de 1992), foi um serial killer Americano de Kansas City, Missouri, que estuprou, torturou e matou pelo menos seis homens, entre 1984 e 1987.

Entre os anos de 1967 e 1969 ele foi condenado por venda de anfetaminas, mas teve sua pena suspensa, ficando em liberdade logo em seguida. Ele foi posteriormente preso por porte de LSD e maconha, mas as acusações foram retiradas por falta de provas.

Em 1969 ele comprou a casa 4315 em Charlotte, que seria a cena do crime. Ele trabalhou como chef e, posteriormente, abriu o Bob's Bazaar Bizarre, que era uma especie de "loja de variedades ocultistas".

Crimes
Berdella foi preso em Abril de 1988, após a 4º vítima que tinha sido torturado por uma semana saltar nua a  do segundo andar da sua casa e fugir.

Por essa época, ele tinha sequestrado e torturado pelo menos seis rapazes, a policia de Kansas City já suspeitava do desaparecimento de outros dois.

Berdella tinha detalhado tortura em um grande número de fotos Polaroid que ele tinha tirado de suas vítimas.

Ele alegou que ele estava tentando "ajudar" algumas de suas vítimas, dando-lhes antibióticos após torturá-los. Ele tentou arrancar um dos olhos de uma das vítimas, tudo "para ver o que iria acontecer".

Ele enterrava o crânio da vítima em seu quintal, e colocava os corpos desmembrados em lixeiras, para que os mesmos fossem enviados ao lixão da cidade, por meio da coleta seletiva de lixo.

Os corpos nunca foram recuperados.

Poucos meses antes da detenção, Berdella recebeu carona, após pessoas de um bar notarem que ele estava muito bêbado para dirigir. No caminho de volta, Berdella alegadamente contou histórias sobre homens jovens que ele tinha sequestrado e torturado no mês anterior. Não foi levado a sério nesse momento considerando seu estado avançado de embriaguez.

Vítimas

Jerry Howell, 20 anos, desapareceu no dia 5 de Julho de 1984;

Robert Sheldon 18 anos, desapareceu no dia 19 de Abril de 1984;

Mark Wallace 20 anos, desaparecido a partir de 22 de Junho de 1985;

James Ferris 20 anos, desapareceu em 26 de Setembro de 1985;

Todd Stoops 21 anos, desapareceu em 17 de Junho de 1986;

Larry Pearson 20 anos, desapareceu em 9 de Julho de 1987;

Morte
Berdella morreu de um ataque cardíaco em 1992, após escrever cartas para um ministro onde ele reivindicava que os funcionários da prisão não estavam dando a ele o seu medicamento para o coração. Sua morte nunca foi investigada.

Fotos
O jovem na foto abaixo era Todd Stoops. Ele foi mantido em cativeiro por cerca de dois meses, período no qual ele foi torturado diariamente com choques elétricos e por meio de objetos que eram introduzidos no ânus da vítima. Berdella não matou Stoops de maneira rápida, na verdade Stoops acabou falecendo por conta de um grave sangramento em função de um rompimento retal. Berdella ainda tentou tratar os rapaz a base de antibióticos. O bandido tentou salvar a vida de Stoops para continuar torturando o mesmo...


Abaixo podemos ver outra das vítimas de Berdella. Larry Pearson, era um prostituto. Ele viveu como escravo sexual de Berdella por cerca de seis semanas e foi mais cooperativo do que os outros. Quando ele finalmente tentou escapar, Berdella o matou.


Fonte das fotos: Coisas Estranhas & Curiosas.
Share on Google Plus

About Nando Gerhardt

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comentários:

Postar um comentário