A Lenda de Romãozinho

Fala galera ;)

Atendendo uma dica o nosso amigo Terror Mórbido, aqui vai uma lenda que faz parte do nosso folclore . Eu não conhecia e vcs? Valeu a dica Terror ;)

Romãozinho era um menino filho de lavrador, e já nasceu vadio e malcriado. Adorava maltratar os animais e destruir plantas, sua maldade já era aparente.

Um dia, sua mãe mandou-o levar o almoço do pai que estava num roçado trabalhando. Ele foi, de má vontade é claro.
No meio do caminho, comeu a galinha inteira, juntou os ossos, e levou para o pai. Quando o velho viu o monte de ossos ao invés de comida, perguntou que brincadeira sem graça era aquela.
Romãozinho, ruim como era, querendo se vingar da mãe, que tinha ficado em casa lavando roupa, disse:
- Foi isso que me deram... Acho que minha mãe comeu a galinha com um homem vai lá quando o senhor não tá em casa, aí mandaram os ossos...

Louco de raiva, acreditando no menino, largou a enxada e o serviço, voltou para casa, puxou a peixeira e matou a mulher.
Morrendo a velha amaldiçoou o filho que estava rindo:
- Não morrerás nunca. Não conhecerás céu ou inferno nem descansarás, enquanto existir um único ser vivo na face da terra.
O marido morreu de arrependimento. Romãozinho sumiu, rindo ainda.

Desde então, o moleque que nunca cresce, anda pelas estradas, fazendo o que não presta; quebra telhas a pedradas, assombra gente, tira choco das galinhas. É pequeno, pretinho como o Saci, vive rindo, e é ruim.

Não morrerá nunca enquanto existir um humano na terra, e como levantou falso testemunho contra a própria mãe, nem no inferno poderá entrar.

Dizem que ele virou bicho aos 14 anos,já tem mais de duzentos anos e continua com a mesma voz e as mesmas diabruras. Wilson Lins, conta no seu livro o Médio São Francisco um depoimento sobre Romãozinho na vida de icatu. Romãozinho atanazou a vida dos moradores, apagando o fogo das cozinhas, derramando as panelas de comida, derrubando as garrafas das prateleiras das bodegas, tocando os sinos da igreja, levantando as saias das mulheres nas ruas.
Mandaram buscar um sacerdote na vizinha cidade da Barra para benzer a Vila. Dizem que mesmo depois da benção, Romãozinho continuou vez por outra visitando o povoado fazendo suas diabruras.

O Ministério do Folclore adverte: Cuidado, praga de mãe pega

Temos a presença muito forte dessasl crenças no nordeste do Brasil. Encontrei um caso ocorrido ha muito tempo (1996) em Euclides da Cunha que fica no interior da Bahia e tem pouco mais de 50.000 habitantes.oops tenho amigos lá, acho que vou conferir de perto rsrs. Como toda cidadezinha de interior, Euclides da Cunha tem suas lendas. A principal é a lenda do Romãozinho.

Segundo contam os mais velhos da cidade, Romãozinho é uma forma de demônio criança.O demônio costuma atormentar a vida de famílias "estranhas"... E com isso eles querem dizer famílias que tem história de casamento consanguíneo.

Ocorreu então nessa cidade um fato muito estranha onde uma família era atormentada por algo sobrenatural que a cidade atribui ser Romãzinho.

Explosões, fogo, pedradas... de tudo acontecia na casa da família e não só eles como outros moradores da cidade também presenciaram e foram vítimas de "Romãozinho" no local. Até mesmo o Prefeito da cidade recebeu uma machadada nas costas e o filho mais novo do casal ouvia vozes.

A história rendeu uma matéria interessante no Fantástico.







Share on Google Plus

About Daniel de Araujo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

9 Comentários:

  1. realmente esta é uma das mais intrigantes lendas do interior

    quando pequeno morava num sitio em uchoa interior de sp la acontecia coisa que dava medo era pedradas
    laranjas que caiam dentro de casa

    e o diabo a 4 e sempre perto de uma mangueira muitas veses dava para ver
    um moleque de cor negra .

    coisa bem intrigante

    ps.metade do post ta em cor escura
    tem que selecionar para póder ver

    valeu fui(...)

    ResponderExcluir
  2. Vlw Terror !
    O post estava programado, não ví esse erro mas já corrigi.

    ResponderExcluir
  3. Eu conheço esse piá! XD
    Bolo post, parabéns. ^^

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia essa lenda,nem tinha visto esta matéria no Fantástico!
    PUTZ!!!
    Me deixou pensando...

    ResponderExcluir
  5. Que nada malandro deixa ele aparecer na minha frente que eu prego uma cruz no rabo dele

    ResponderExcluir
  6. pq o moleque tem q ser negro
    que racismo

    ResponderExcluir
  7. Qta esperteza hein, colocar letras em cinza claríssimo num fundo branco!!!

    ResponderExcluir
  8. ta bom ke pena tem ke ser mais realista

    ResponderExcluir